quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Uma pergunta que precisa ser calada...

Bom, existe uma pergunta que tocou fundo em meu peito. A pergunta é 'SAbe qual o exército que luta contra ele mesmo?'... Não sei qual é a visão de alguns cristãos quando olham a sua vida ou a vida dos demais ao seu redor, seja uma vida tranquila ou corrida, cheia de altos e baixos... mas, encarar a vida cristã como uma milícia e pior, encarar todos os cristãos como soldados é simplesmente fazer um reducionismo gigantesco de Deus. O que nos separa do 'mundo' é simplesmente a vontade de amar como Deus ama, pensar como Deus pensa, enfim, fazer TUDO como Deus faria se estivesse em nosso lugar! Mas ao contrário disso, nos sujeitamos as ondas de doutrinas que tratam o evangelho como se fossem uma arma de destruição em massa:"Vamos derrotar!!!!", "Vamos dominar!!!", "Aceite agora ou se arrependa depois!!!"... e por este caminho, o erro do passado novamente vem a tona! No passado invetou-se um inferno de sofrequidão e agonia eterna simplesmente para 'ganhar' pessoas pela dor! (...) Não se falavam mais do amor de Deus para com os seus filhos... O evangelho não servia mais para libertar, mas sim, para se defender do medo constante de ir ao inferno!! Palavras eram sempre lembradas, como que se fossem usadas para que Deus não se esquecesse de livra-los do inferno inventado por homens... Aquele inferno... aonde há um 'imperador' que castiga e que é denominado 'Rei das moscas' vulgo, diabo! Este mesmo inferno não foi apresentado pela bíblia desta mesma forma... não se ouvia no lábio do Mestre as táticas para se libertar do inferno assustador e horrendo! Os apóstolos, eles sim, canônios, não davam importancia em se ter! Em conquistar! Em ser alguém importante para Deus... pois, para Deus o importante não é o fazer, mas o 'ser'! (...) Ser o mais diferente possível do mundo!!! Ser exatamente aquilo que Ele preparou para os que são Dele!! (...) Mas o que era para ser feito em secreto para não ter-se algum reconhecimento, virou uma luta desenfreada para ver quem é o mais santo... o que era para ser intríseco ao coração, virou uma desculpa para mudar até mesmo a maneira de se vestir, fato que me lembra muito a forma na qual Alexandre Magno usou para controlar os seus conquistados... O que era para ser em espírito e em verdade, virou-se em carnalidade e em hipocrisia!!! Deus não é homem para sorrir, mas se Ele estivesse aqui, Ele iria preferir andar em meio aos ladrões, em meio as prostitutas, em meio aos traficantes, pois assim Ele poderia oferecer o seu sorriso de esperança... Ahh! Se o Mestre estivesse aqui, e convivesse com esta liderança eclesiástica, não encontraria no Mestre, sequer, um tracejo sincero e alegre de sua parte... não veríamos o Mestre com o seu sorriso estampado em meio ao que fizeram com o 'seu nome'... Ele preferiria chorar!!! Chorar de desespero pedindo ao Pai "pelo menos mais uma chance, pois eles não sabem o que fazem! Ou se sabem, estão sendo enganados", só assim os que riem agora, poderíam começar a chorar de arrependimento!!! O pranto levantado por Aquele que é e que será e que sempre foi, seria ouvido como uma punhalada nos corações sedentos de amor... chegaria com justiça ao coração dos que anseiam ter de volta um motivo para sorrir!!! E neste momento, o Mestre explicaria para todos que, o inferno não é ir a um lugar de sofrimento e serem eternamente maltratados, mas sim, o inferno seria... ter a plena conciência de que nunca mais iria sentir o amor... o inferno seria simplesmente, estar distante daquele que sempre pregou com amor e em amor!! Daquele que não precisou das riquezas do mundo para ser ouvido... Daquele que nunca se viu abatido em saber que os que se diziam ser Seus, iríam fugir e o deixar sozinho. Pelo contrário, os amou ainda mais por isso! (...)

A pergunta 'SAbe qual o exército que luta contra ele mesmo?' (...) encontraria no Mestre a seguinte resposta:

"Vocês sabem que os governantes das nações AS DOMINAM, e as pessoas importantes EXERCEM PODER sobre elas. NÃO SERÁ ASSIM ENTRE VOCÊS; ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo, como o Filho do Homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar sua vida em resgate por muitos." (Mat. 20:25-28)

... acrescentaria dizendo: "...Os reis das nações DOMINAM sobre elas, e os que EXERCEM AUTORIDADE sobre elas são chamados de benfeitores; MAS VOCÊS NÃO SERÃO ASSIM. Ao contrário, o maior entre vocês deverá ser como o mais jovem, e aquele que governa como o que serve. Pois quem é maior, o que está à mesa, ou o que serve? Não é o que está à mesa? Mas eu estou entre vocês como o que serve." (Luc. 22:25-27).

Não existem exércitos dominantes, não há milícia para militar, não há guerras para vencerem... Jesus já liquidou tudo no madeiro! Temos que viver em Amor e na sã doutrina! Aquilo que Jesus e os Apóstolos (estes sim canônios} ensinaram como princípio de fé e detentor da Lei do Espírito e da Vida! Se o Mestre estivesse aqui, Ele diria mais uma vez "Está Tudo Consumado!"

2 comentários:

Anônimo disse...

13Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
14 Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem.
16Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca."Apocalipse".

Fernando Henrique disse...

De fato, não compreendi a cerne de sua ponderação. Sendo assim, não posso emitir nenhum senso a respeito.